sábado, 13 de fevereiro de 2010

A volta de Jesus, você está preparado!

Deus dividiu a história da humanidade em dispensações, e deu para cada uma delas um propósito com um inicio e um fim. Das sete dispensações, cinco já foram concluídas: inocência, consciência, governo humano, patriarcal e lei. Estamos vivendo agora a dispensação da graça que dará lugar a do milênio. Portanto, esta era atual, ou este período de tempo chamado graça, terá um fim. Dois grandes eventos marcarão o fim, o arrebatamento da igreja e a volta visível de Jesus para inaugurar o milênio.

Absoluta certeza da volta de Jesus

Nosso Senhor nos adverte a estarmos prontos a vigiar, esperar e aguardar a sua volta (Lc 12.37-40). Cristo voltará e levará a sua Igreja (Lc 21.34-36). Deus disse que haveria um Dilúvio e aconteceu. Disse a Abraão que Sodoma seria destruída com fogo, e foi mesmo. Assim se dará em nossos dias, (Lc 17.26-30). Os discípulos perguntaram a Jesus sobre os acontecimentos finais e sinais da sua vinda (Mt 24.3).



Sinais relacionados a Israel


A profecia acerca do vale de ossos secos refere-se à restauração nacional, moral e espiritual da nação de Israel (Ez 37.1-11). Parte dessa profecia já se cumpriu no tocante à restauração nacional; outra parte está se cumprindo, que é a parte moral.


A volta dos judeus à sua terra foi profetizada séculos antes (Is 66.8). No ano 70 d.C. o general Tito invadiu Jerusalém, destruindo o templo e exilando toda a nação. Em 14 de Maio de 1948 foi criado o Estado de Israel numa assembléia da ONU. Ninguém mais poderá tirar os judeus de sua terra (Jr 24.6). Jesus falou da restauração de Israel como nação ao mencionar o brotar da figueira, árvore símbolo da nação judaica (Mt 24.32-34; Jr 24.5a). Agora só resta a restauração espiritual de Israel que se dará no período da Grande Tribulação.


Sinais relacionados à igreja e com o restante do mundo (Mt 24.4-14).


Falsos Cristos, (v4,5). (Mc 13.21,22);
Guerras, (v6);
Fome, Pestes e terremotos – (v7,8);
Perseguição aos crentes – (v9);
Escândalos na igreja – (v10,11). (Mt 18.6,7; 2Pd 2.1-3);
Multiplicação da iniqüidade – (v12,13);
A pregação do evangelho – (v14).
Apostasia (1Tm 4.1a);
A generalização de desvios doutrinários (1Tm 4.1b,2);
Degradação moral generalizada (2Tm 3.1-4; Rm 1.28-32);
Desenvolvimento da ciência (Dn 12.4).
Entre outros...

Teorias quanto ao tempo que se dará o arrebatamento


Meso ou midi-tribulacionista: O arrebatamento só ocorrerá na metade da Grande Gribulação.



Pós-tribulacionista: O arrebatamento será na volta gloriosa de Jesus; Ele vem, arrebata a igreja e rapidamente vai ao céu retornando imediatamente com a igreja para o milênio;


Pré-tribulacionista: O arrebatamento ocorrerá antes da Grande Tribulação (Ap 3.10; 1Ts 5.9). A Bíblia exorta a vigilância, pois não sabemos o dia nem a hora em que Jesus virá (Mt 24.36,42), Pois sua vinda é algo inesperado (Tt 2.13; 1 Ts 5.4).


Exemplos bíblicos que apóiam o ensino pré-tribulacionista:


Enoque. Foi arrebatado antes do dilúvio (Gn 5.24; Hb 11.5);
Noé. Deus o livrou do dilúvio para posteriormente colocá-lo na terra (Gn 7.1,7; Hb
Ló. O juízo sobre Sodoma veio após sua saída da cidade, quando a igreja for retirada da terra virá o Juízo sobre o mundo com a grande tribulação (Lc17.28-30);


As Duas Fases da Vinda de Jesus


O arrebatamento da Igreja se dará na primeira fase da segunda vinda de Cristo. Nessa fase Jesus virá como o ladrão, Ele não será visto pelo mundo (2Pd 3.10; Ap 16.15). Cristo não virá a terra, mas ficará nos ares, local em que a Igreja arrebatada o encontrará para segui-lo ao céu (1Ts 4.16,17). O mundo será surpreendido com o arrebatamento da Igreja, (Mt 24.40; Ct 2.13 e Jr 8.20). Trata-se de um mistério não revelado a todos, mas a alguns (1Co 15.51).


Depois de sete anos que ocorreu o arrebatamento, acontecerá a segunda fase da segunda vinda de Cristo. Ele aparecerá como relâmpago no céu (Mt 24.27), acompanhado dos anjos e da Igreja glorificada (Zc 14.5b; Jd 14 e Cl 3.4), isto se dará num piscar de olhos. (1Co 15.52).
Dois grupos da Igreja serão participantes do arrebatamento: “os que morreram em cristo” e “os que estiverem vivos no momento, juntos encontrarão com o Senhor nos ares” (1Ts 4.16-17).


MARANATA!
Vem Senhor Jesus!