quinta-feira, 31 de março de 2011

Há um Próximo Billy Graham?

Em pelo menos a última meia década, tem havido especulação sobre quem poderia substituir o reverendo Billy Graham como o próximo grande líder evangelista cristão estimado e renomado mundialmente. Quando a sua cruzada de 2005, de Nova York, foi anunciada como a mais provável de ser a última, começamos a questionar se alguém poderia subir para a tarefa. Ou deveria qualquer pessoa fazer isso?

Desde que emergiu no cenário do Cristianismo, em meados da década de 1940, Graham nunca deixou sua simples crença de que as pessoas precisam de Jesus. Sua forma de apresentar a mensagem do evangelho de esperança, aceitando a Cristo como Salvador tem tocado milhões de corações.

Graham tem uma personalidade e filosofia que o ajudou a atravessar muitas das maiores divisões do mundo.

Ele falou com Martin Luther King Jr. sobre a reconciliação racial. Ele foi o primeiro evangelista branco a convidar um pastor Africano-americano a viajar com ele (Howard S. Jones).

Graham foi capaz de viajar por trás da Cortina de Ferro e falar com os dirigentes soviéticos, quando a queda da cortina era apenas uma esperança brilhando nos olhos dos Estados Unidos. Ele tornou-se um amigo conhecido ou conselheiro espiritual de vários presidentes dos EUA.

Ao envelhecer, ele cruzou as fronteiras geracionais, vendo a importância da música moderna como uma forma de chegar aos jovens. Suas programações de cruzada eram cheias de velhos hinos tradicionais favoritos com o aparecimento de jovens artistas populares cristãos contemporâneos.

No ambiente social de hoje, onde o Cristianismo enfrenta uma imagem ensombrada e Deus é julgado como um mito, quem mais pode fazer isso em vez de incitar ódio nas mentes das pessoas para "empurrar" a salvação através de Cristo?

O filho de Graham, Franklin Graham fala pelo Cristianismo no mundo e lidera a Associação Evangelística Billy Graham e a organização de caridade sem fins lucrativos Samaritan's Purse. Mas ele ainda tem de superar uma má reputação ganha por ​​incorreção política, quando ele chamou o islamismo de "mal" depois dos ataques terroristas de 11/09.

O próximo Billy Graham?

Artigos em uma variedade de publicações baseadas na fé para a economia já mencionaram esses pastores e líderes evangélicos, entre outros como possivelmente o próximo Billy Graham.

O evangelista Luis Palau tem sido chamado de o Billy Graham da América Latina. Ele começou a pregar a palavra de Deus, em Buenos Aires, Argentina como um pré-adolescente. Hoje ele é mais conhecido por eventos evangelísticos tipo ‘festas’ com música cristã para jovens nos Estados Unidos e outros países também.

O pastor Rick Warren foi nomeado evangelista mais poderoso da América pelo site Economist em 2008. Para ter certeza, seu livro The Purpose Driven Life desafiou os Cristãos e não Cristãos a perceber que a vida não é sobre nós, mas sobre algo grandioso - é tudo sobre o propósito de Deus para nossas vidas.

Joel Osteen pastoreia a maior Igreja dos Estados Unidos, Igreja Lakewood, em Houston, e tem nos últimos tempos tentado superar a imagem que a sua mensagem é apenas de prosperidade. Ele disse a Larry King, da CNN, em uma entrevista em 2007 que seu desejo é que as pessoas conheçam a Cristo como seu Salvador; mas, no entanto, não vamos chegar a lugar nenhum apenas pregando as coisas negativas.

O pastor Greg Laurie da Harvest Christian Fellowship, em Riverside, Califórnia, lotava as casas tanto na estrada como em sua Igreja com sua capacidade de atingir várias gerações em fácil compreensão, mas com discursos intransigentes, sermões e livros.


Laurie rejeitou uma comparação de 2005, dele com Graham, especialmente depois de passar dois dias com o homem. Os dois discutiram 2 Crônicas 7:14 como escrito pelo povo de Deus, e não os não-crentes, a se voltarem para Deus em arrependimento, com a esperança de ver um reavivamento espiritual nos Estados Unidos.

Graham desafia os Cristãos do século 21

Nem todo pastor tem a natureza de um evangelista itinerante. Mas de certa forma, todo Cristão é chamado a ser um evangelista.

Billy Graham publicou um desafio aos Cristãos para o novo milênio em um artigo de 1997 para a revista Christianity Today. Dentro de seu texto, ele menciona a sociedade e, especialmente, à população jovem, diante de uma multidão de idéias religiosas não-cristãs e laicismo anti-Deus. Ele diz que os Cristãos não devem recuar, mas manter-se na meta do pensamento de Jesus de ter discípulos, que pudessem alcançar os confins do mundo (Mateus 28:19-20).

Ele nos lembrou que o Cristianismo se espalhou por todo o mundo pós-bíblico não por poucos, mas por muitos, e fora das paredes da Igreja. Se formos a ver o Cristianismo crescer, não vai ser feito por pessoas aguardando para atravessar as portas da Igreja, mas por sermos Cristãos fiéis ao chamado de Cristo de mobilizar exteriormente toda a Igreja novamente.

Parece que o próprio Billy Graham responde à pergunta: "Existe um próximo Billy Graham?" Ele quer que seja todo aquele que conheça a Cristo.

Christian Post