sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Tiete da Religião ou Filho do Evangelho?


A religião muda rotinas. 
O Evangelho muda pessoas...

A religião se propõe a ocupar prédios.
O Evangelho se dispõe a ocupar mentes...

A religião molda as pessoas. 
O Evangelho muda as pessoas...

A religião consegue transformar pessoas boas em más.
O Evangelho é capaz de transformar pessoas más em boas...

Na religião, a Verdade é uma ideologia.
No Evangelho, a Verdade é uma pessoa...

A religião anestesia o pensamento.
O Evangelho reconstrói a consciência...

A religião se ocupa em edificar impérios.
O Evangelho se compromete a edificar pessoas...

A religião desafia você a ler as Escrituras.
O Evangelho instiga você a encarná-las...

Na religião, a confissão é uma liturgia do culto.
No Evangelho, a confissão é uma liturgia da vida...

Na Religião:

“Sem dízimos, nada podeis fazer.
No Evangelho:
"sem Mim, nada podeis fazer"

Na religião, arrependimento é um pesar por aquilo que eu faço.
No Evangelho, arrependimento é a consciência sobre quem eu sou...

A religião põe a bíblia em suas mãos.
O Evangelho a põe em seu coração...

A religião propõe uma Reforma.
O Evangelho, uma nova forma...

Na religião, há muitos culpados e muita culpa.
No Evangelho, há muitos culpados e nenhuma culpa...

A religião raciocina com a categoria do "todos por Um". 
O Evangelho, com a factualidade do "Um por todos"...

A Religião muda à forma.
O Evangelho muda a fôrma...

Vem e segue-me, propõe o Evangelho. 
Vem e senta-te, propõe a religião...

O Evangelho lhe desafia a seguir a Jesus.
A Religião lhe propõe seguir-se a si mesmo...

A religião nos leva a buscar coisas.
O Evangelho nos desafia a abraças causas...

O Evangelho propõe: "Negue a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me".
A Religião propõe: "Negue a sua cruz, tome a si mesmo e siga-se"...

Agora, a pergunta que não quer calar: você é religioso ou é gente do Evangelho?

Fonte: Genizah