terça-feira, 8 de dezembro de 2015

A ajuda que vem do Senhor




Por Pr. Levi Costa 

A situação de Israel diante dos inimigos

Após sofrer algumas derrotas e ter a Arca da Aliança levada pelos filisteus, Israel recorreu ao Senhor por intermédio do profeta Samuel em busca de ajuda para poder vencer o inimigo (1 Sm 7.3,5,6,9-13).

Buscaram ao Senhor com quebrantamento

O verdadeiro quebrantamento consiste em buscar ao Senhor com todo o nosso coração, através do jejum e da oração chorando aos pés do Senhor. (Jl 2.14)

Nunca é em vão quando buscamos ao Senhor, Ele sempre se revela a nós, mas se não o buscarmos com certeza Ele não se manifestará em nosso favor (2 Cr 15.2)

Um espírito quebrantado é para Deus um verdadeiro sacrifício, e isto lhe agrada. Jamais o Senhor desprezará um coração quebrantado e contrito a Ele (Sl 51.17)

O Senhor ouviu o clamor de seu povo

Se o povo de Deus se reunir para clamar ao Senhor segundo os requisitos bíblicos, ou seja, “se humilhando, orando, buscando a face do Senhor, se convertendo dos maus caminhos”, então o Senhor ouvirá perdoando os pecados e concedendo a vitória (2 Cr 7.14).

É desejo do Senhor que o seu povo se chegue a Ele para que Ele, por sua vez, possa se achegar a seu povo, conforme lemos em Zacarias 1.3: “Portanto, dize-lhes: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Tornai para mim, diz o Senhor dos Exércitos, e eu tornarei para vós, diz o Senhor dos Exércitos.”

O Senhor não deixara de ouvir quando os seus servos a Ele clamam, a não ser que estes estejam em alguma falha para com Deus o que impediria o Seu agir em favor daqueles que clamam (Is 59.1,2). 

O Senhor ajuda a vencer os inimigos

Quando Senaqueribe, rei da Assíria, tentou invadir Jerusalém, o rei Ezequias, depois de consultar os príncipes e tomar as devidas precauções, falou ao povo dizendo: “Esforçai-vos e tende bom ânimo; não temais, nem vos espanteis por causa do rei da Assíria, nem por causa de toda a multidão que está com ele, porque há um maior conosco do que com ele. Com ele está o braço de carne, mas conosco, o Senhor, nosso Deus, para nos ajudar e para guerrear nossas guerras. E o povo descansou nas palavras de Ezequias, rei de Judá.” (2 Cr 32.7,8)

O que Deus diz em relação ao rei Ciro, para que este cumprisse os propósitos do Senhor, também pode ser dito a nós seus servos que é: “Eu irei adiante de ti, e endireitarei os caminhos tortos; quebrarei as portas de bronze e despedaçarei os ferrolhos de ferro.” (Is 45.2). Nestas palavras entendemos que o Senhor garante estar conosco para nos abrir as portas da vitória.

Enquanto oramos e confiamos no Senhor Ele trabalha em nossa causa. Diante destas verdades só nos resta dizer do Senhor o que disse Isaías: “Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti, que trabalhe para aquele que nele espera.” (Is 64.4).