quinta-feira, 14 de abril de 2016

Nada melhor que um dia depois do outro



Por Pr. Levi Costa

O período ensolarado do dia é constituído de 12 Horas com 60 minutos cada hora, com 60 segundos cada minuto, ou seja: 12 horas, 720 minutos e 43.200 segundos. Somados com o período da noite teremos o dobro disso: 24 horas, 1.440 minutos e 86.400 segundo. 

Então eu ti pergunto, o que você tem feito de tudo isso, multiplicado por seus anos de vida até este presente momento? Tudo isso existe e se repete por milênios, obra de Deus, O Criador, como está escrito no livro dos princípios, Gênese:

"E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos.
E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi.
"E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.
E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, 
E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.
E foi a tarde e a manhã, o dia quarto" - (Gn 1.14-19). 

Com certeza temos desperdiçado boa parte desse tempo que temos recebido gratuitamente a cada nascer e a cada pôr do sol, são dias e mais dias sem muito proveito e com poucas realizações significativas para a vida. Mas, como diz o ditado popular: "nada melhor que um dia depois do outro", em outras palavras, isso se chama: OPORTUNIDADE. Portanto, aproveite cada nova oportunidade do período chamado dia que nos é proporcionado ao nascer do sol. 

O Mestre dos mestre, Jesus Cristo, O Filho de Deus, disse:

"Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar", (Jo 9.4). 

Em outro momento Ele também disse: 

“Não há doze horas no dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo; Mas, se andar de noite, tropeça, porque nele não há luz."(Jo 11.9,10). 

Mas, não fique triste porque o sol desaparece no horizonte, na verdade, ele não desaparece, continua no mesmo lugar onde ele sempre esteve, no centro do sistema planetário que, por sua causa, leva o nome de Sistema Solar. A terra, nosso planeta morada, é que fica dando voltas em torno de si mesma, daí a ilusão de ótica que nos leva a pensar que é o sol que se movimenta sumindo no horizonte distante. Acalme-se, logo o sol estará de volta outra vez, radiando seu brilho, sua luz e seu calor.

Portanto: 

“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal”, (Mt 6.34).

“Não presumas do dia de amanhã, porque não sabes o que ele trará”, (Pv 27.1).

“Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele”, (Sl 118.24).

Há um pensamento que diz: 

"Os homens aproveitam bem o dia, porque o sol sempre tem o seu ocaso, de igual forma, devemos aproveitar bem a vida, porque para esta não faltará também o seu ocaso".